Quais os principais sinais e sintomas dos tumores de Cabeça e pescoço?

Os sintomas do câncer de cabeça e pescoço podem variar de acordo com a localização do tumor. Os pacientes com câncer na região da cabeça, boca e face podem evoluir para lesões com sangramento, manchas brancas na boca, dor no local, sangramentos pelo nariz, dores de cabeça frequentes, dormência nos músculos da face, entre outros sintomas. Já os tipos encontrados no pescoço podem causar rouquidão, nódulos na região, mudança na voz e dificuldade para engolir.

Os sintomas podem aparecer na boca, nos seios paranasais, no nariz ou na garganta e incluem ferida ou nódulo que não cicatriza, dor de garganta persistente, dificuldade para engolir e mudanças na voz.
As pessoas podem ter:

Dores locais: nos ouvidos ou pescoço; 
Dores circunstanciais: ao engolir; 
Na fala: rouquidão, tom de voz anormal ou dificuldade na fala ; Na garganta: dificuldade em engolir, dor ou secura
; No pescoço: aumento dos gânglios linfáticos ou nódulo
Também é comum: afta, anormalidade no paladar, perda de peso ou sangramento.

Obter um diagnóstico precoce de câncer é algo essencial para iniciar um tratamento rapidamente, aumentando as chances de sucesso do tratamento e recuperação da doença.  A melhor forma de garantir o diagnóstico na fase inicial de um câncer é investir em exames chamados de rastreamento. Portanto, ao surgimento de qualquer um dos sinais e sintomas acima citados marque a sua consulta conosco.

A seguir apresentamos algumas modalidades de tratamento dos tumores de cabeça e pescoço:

Cirurgia

Laringectomia: Remoção cirúrgica total ou parcial da laringe na garganta.
Microcirurgia: Cirurgia realizada em vasos sanguíneos e nervos muito pequenos usando um microscópio.
Esvaziamento Cervical: Remoção cirúrgica dos gânglios linfáticos do pescoço.
Cirurgia de retalho: Deslocamento cirúrgico de tecido de uma parte do corpo para outra. Muitas vezes, é feito para reparar uma ferida ou reconstruir tecidos danificados.

Medicamentos

Quimioterapia: Mata as células que estão crescendo ou se multiplicando muito
rapidamente.
Radioterapia: Tratamento que utiliza raios-X e outros raios de alta energia para matar as células anormais.

 

 

 

 

Fonte: Instituto Nacional do Câncer (INCA) http://www.inca.gov.br/estimativa/2018/

Hospital Israelita A. Einstein